Ribeirão Liberdade completa 103 anos da Comunidade e 90 anos do templo

21/05/2017

IMG_3470
IMG_3473
IMG_3486
IMG_3579
IMG_8464
IMG_8468
IMG_8472
IMG_8480
IMG_8481
1 | 1
Ampliar

No domingo, 21 de maio, a Comunidade Evangélica de Confissão Luterana de Ribeirão Liberdade estava em festa por completar os 103 anos da constituição daquela comunidade e 90 anos da famosa igreja em arquitetura enxaimel, um conhecido ponto turístico nos arredores da cidade de Benedito Novo/SC, pertencente à Paróquia dos Apóstolos de Benedito Novo, no Sínodo Vale do Itajaí. O pastor sinodal Breno Carlos Willrich pregou na celebração especial.

A diretoria da Comunidade prestou uma homenagem a todos os fundadores e construtores dessa igreja. Assim como lembrou ministros e ministras que ali subiram no púlpito e pregaram ao longo dos anos. “Somos muito gratos aos nossos antepassados pela sua dedicação e empenho para construir esta linda igreja. Pessoas que deram o seu sangue e suor para termos a nossa igreja pro estudo da palavra”, agradeceu o pastor Vitorino Schram.

História
A Comunidade Ribeirão Liberdade nasceu da necessidade de atender moradores que já estavam vivendo na localidade, após o avanço da imigração alemã Vale do Itajaí a dentro. Foi constituída em 1914, tornando-se uma comunidade pertencente à Paróquia de Timbó. Também foi implantada uma escola comunitária, legado da tradição luterana, para poder alfabetizar filhos e filhas de imigrantes. No início, este projeto teve apoio da Sociedade para Alemães no Exterior, que tinha sede em Hamburgo/Alemanha.

Paralelamente à fundação da Comunidade, em 1913 já aconteciam encontros de Ensino Confirmatório na residência do Sr. Alban Gessner. No mesmo ano foram batizadas 11 crianças na localidade. O primeiro culto aconteceu em 10 de maio de 1914, dando início oficialmente à Comunidade Ribeirão Liberdade. Até a construção do templo, os cultos eram celebrados na casa do Sr. Hermann Willrich, presidente da Comunidade na época.

Templo
Edificação enxaimel, com uso de tijolos em tonalidade diferentes formando desenhos e presença de três portas na fachada frontal, uma central (maior) para acesso principal e duas laterais, uma em cada lado. Originalmente sem, hoje possui uma torre central na cobertura em alvenaria rebocada que substitui a primeira de madeira. Internamente rebocada, deixando apenas as peças de madeira da estrutura. Foi construída em 1917 e inaugurada em 1927. Não tinha torre, a de madeira foi adicionada em 1934. Os primeiros sinos vieram da Alemanha, doados por Gustav Adolf.
 

COMUNICAÇÃO
+
Não somos nós que podemos preservar a Igreja, também não o foram os nossos ancestrais e a nossa posteridade também não o será, mas foi, é e será aquele que diz: Eu estou convosco até o fim do mundo (Mateus 28.20).
Martim Lutero
© Copyright 2017 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br