Comunidades juntas no caminho

A tradição evangélica luterana chega ao Brasil em meio a inúmeras contradições. As comunidades evangélicas luteranas disseminam-se por diversos Estados brasileiros durante o período do império e durante o período republicano cercadas por grandes adversidades. Elas constituem uma minoria na cena religiosa brasileira e, isoladas e espalhadas pelo país, buscam caminhos de aproximação e de fortalecimento mútuo.

Em momentos distintos houve iniciativas de aglutinação. Elas tiveram como resultado a fundação de sínodos (= juntos no caminho). Estes formaram em nível nacional a Federação Sinodal que recebeu posteriormente o nome de Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil.

Em sua caminhada nacional a Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil experimentou várias modalidades organizativas. A partir de 1968 Regiões Eclesiásticas e Distritos Eclesiásticos responderam pela articulação e estruturação nacional da Igreja. Trinta anos depois (1998) aconteceu uma nova reestruturação, em vigor hoje. Ela se baseia em 18 sínodos distribuídos em todo o território brasileiro.

O Evangelho sempre se mistura à poeira da história humana. É um tesouro guardado em vasos de barro. As situações históricas, as influências políticas e ideológicas, as circunstâncias sócio-econômicas interagem com a mensagem. De um lado, cabe uma confissão de pecados pública por deslizes e desvios e, de outro lado, pode-se, com muita sobriedade, dar graças a Deus por sua condução. Apesar dos caminhos tortuosos e dos desvãos ocorridos ao longo de muitas décadas, o povo luterano e suas comunidades estão juntas no caminho.
 

 


 

Ninguém sabe o que significa confiar em Deus somente, a não ser aquele que põe as mãos à obra.
Martim Lutero
© Copyright 2017 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br